Posts Tagged ‘filme

04
dez
09

A pessoa é para o que nasce

Pôster do Filme


” Três irmãs cegas. Unidas por esta incomum peripécia do destino, Regina, Maria e Conceição viveram toda sua vida cantando e tocando ganzá em troca de esmolas nas cidades e feiras do Nordeste do Brasil. O filme acompanha os afazeres cotidianos destas mulheres e revela suas curiosas estratégias de sobrevivência, das quais participam parentes e vizinhos. Acompanha também, numa reviravolta inesperada, o efeito do cinema na vida destas mulheres, transformando-as em celebridades.”

[C]:: As vezes, passamos a vida nos perguntamos qual caminho devemos seguir. A vida é bem mais simples do que parece, nós que somos complicados. Estamos tão acostumados com a velocidade que não enxergamos o que está na nossa frente. Tem pessoas quem não enxergam e conseguem ver muito mais do que nós.

Título Original: A Pessoa é para o que Nasce
Gênero: Documentário
Direção: Roberto Berliner
Roteiro: Maurício Lissovsky
Música: Hermeto Pascoal

03
dez
09

Santiago

“Documentário que mistura fantasia e realidade para contar a história do mordomo Santiago Badariotti Merlo, que dedicou sua vida a servir a aristocracia, apesar de ser viajado, poliglota e dono de uma cultura extraordinária, mesmo vindo de origem humilde. As imagens foram rodadas em 1992, mas permaneceram intocadas por mais de 13 anos. Em 2005, o diretor voltou a elas.”

Nota: Com influências confessas de Yasujiro Ozu, Salles analisa seu material bruto feito em 1992. Santiago foi uma pessoa sensível e um personagem digno de ser documentado. Um filme sobre a relação da família Salles com o mordomo Santiago. Um sentimento de distância que pode ser visto através das imagens feitas de Santiago. A câmera sempre está distante, não há close. Santiago é absolutamente fascinante, detentor de um conhecimento único. Salles mostra como não conseguiu entender aquele mordomo por 5 dias. Uma auto-crítica sobre um filme iniciado em 1992.


Título Original: Santiago – documentário
Diretor: João Moreira Salles
Fotografia: Walter Carvalho

02
dez
09

Bem-Vindo a São Paulo

“A Mostra Internacional de Cinema em São Paulo convidou vários cineastas internacionais para iniciar o projeto de um longa-metragem com distintas visões sobre a cidade, relevando a importância do olhar estrangeiro sobre as peculiaridades da metrópole paulistana, a terceira maior cidade do mundo. O resultado é o longa-metragem que levou três anos sendo produzido. Bem-Vindo a São Paulo é narrado por Caetano Veloso, que também participa de um dois segmentos do filme com a sua canção Sampa.”

“Bem-Vindo a São Paulo, filme composto por 18 segmentos: Marco Zero, de Phillip Noyce (Austrália); Natureza-Morta, de Renata de Almeida e Leon Cakoff (Brasil); “Manhã de Domingo”, de Mika Kaurismäki (Finlândia); A Garçonete, de Kiju Yoshida (Japão); Concreto, narrado por Caetano Veloso (Brasil); Novo Mundo, de Jim McBride (EUA); Ensaio Geral, de Hanna Elias (Palestina); Alguma Coisa Acontece, de Maria de Medeiros (Portugal/ França); Aquário, de Tsai Ming-Liang (Taiwan); Esperança, de Ash (EUA); Fartura, de Mercedes Moncada e Franco de Peña (México/ Venezuela); Formas, de Andrea Vecchiato (Itália); Signos, de Max Lemcke (Espanha); Modernidade, de Amos Gitai (Israel); Esperando Abbas, de Leon Cakoff (Brasil); Odisséia, de Daniela Thomas (Brasil) e Bem-Vindo a São Paulo, de Wolfgang Becker (Alemanha).”


Título Original:Bem-Vindo a São Paulo | Documentário
Direção: Leon Cakoff
Wolfgang Becker
Renata de Almeida
Maria de Medeiros
Hanna Elias
Amos Gitai
Mika Ka

02
dez
09

A Via Láctea

Pôster do filme

Heitor (Marco Ricca) e Júlia (Alice Braga) namoram há algum tempo. Após terem uma discussão violenta ao telefone, Heitor decide pegar o carro e encontrá-la em sua casa, para resolver a situação. Através de sua viagem pelas ruas engarrafadas de São Paulo ele passa a analisar as possibilidades do amor, perda e morte em um grande centro urbano.”

Foi rodado 80% em Digital MiniDV e 20% em película Super 16mm e 35 mm. Um filme não-linear com recursos de flashback construídos com leveza e sensibilidade. Trilha sonora cuidadosa e cenas marcantes, como a cena inicial do filme.

trailer

Trailer Teaser “CHUVA”

Trailer Teaser “DEUS”

Título Original: A Via Láctea
Roteiro: Aleksei Abib e Lina Chamie
Produção: Lina Chamie
Direção: Lina Chamie
Fotografia: Kátia Coelho

01
dez
09

Acossado

Cena de À Bout de Souffle

Um filme que incia o movimento Nouvelle Vague, , Acossado foi baseado no argumento e dirigido, reespectivamente, pelos até então críticos, François Truffaut e Jean-Luc Godard.  O diretor rompeu com as técnicas vigentes e provocou o renascimento do cinema. O roteiro foi escrito no dia das filmagens, os diálogos improvisados, com boas referências ao período clássico e a cultura pop. A edição junta cortes rápidos com sequências longas. Vide a cena da conversa no banheiro, que dura quinze minutos.  O filme conta a história de um ladrão de carros que mata um policial, e vai para a Paris a procura de  sua paixão, uma estudante americana.

titulo original: (À Bout de Souffle)
lançamento: 1959 (França)
duração: 86 min
gênero: Policial
direção: Jean-Luc Godard
roteiro:Jean-Luc Godard, baseado em estória de François Truffaut
música:Martial Solal
fotografia:Raoul Coutard
atores: Jean-Paul Belmondo , Jean Seberg , Daniel Boulanger , Jean-Pierre Melville , Henri-Jacques Huet

30
nov
09

BUENA VISTA SOCIAL CLUB

Pôster do filme

Em 1996, o guitarrista Ry Cooder foi à Cuba gravar um cd com músicos que estavam no ostracismo. Dois anos depois, voltou à ilha na companhia do cineasta Wim Wenders e de uma pequena equipe para filmar este documentário. Em seu testemunho, Wenders se isenta de comentários políticos e privilegia a riqueza da música e a sabedoria dos veteranos. Mostra ainda momentos antológicos de apresentações do grupo, alternados com depoimentos dos próprios músicos onde eles se sentem mais à vontade: Havana.”

Título Original: Buena Vista Social Club
Gênero: Documentário
Direção: Wim Wenders
Roteiro: Wim Wenders

20
abr
09

Valsa com Bashir

Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro.

Um repetido sonho faz com que um diretor busque seus antigos companheiros de exército, para reconstituir suas memórias sobre a 1ª Guerra do Líbano

Título Original: Vals Im Bashir
Gênero: Animação
Tempo de Duração: 90 minutos
Ano de Lançamento (Israel / Alemanha / França / Finlândia / Suíça / Bélgica / Austrália / Estados Unidos): 2008
Site Oficial: http://www.sonyclassics.com/waltzwithbashir
Direção: Ari Folman
Roteiro: Ari Folman




maio 2017
S T Q Q S S D
« out    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Beats

  • 137,708 hits

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 12 outros seguidores